5 Coisas que ninguém nunca fala sobre a Importância de Estudar – por Hellen Czekster

Eu não consigo lembrar, por mais que eu tente, quando foi a primeira vez que ouvi alguém me dizer algo do tipo:
– Estuda menina… Tem que estudar pra ser alguém no futuro!
– A vida é muito difícil pra quem não estudou!
– Você precisa de um diploma pra ser alguém, e ele não vem de brinde no pacote de salgadinho!
Não lembro sequer quem foi a primeira pessoa a me fazer um discurso do gênero…
Mesmo hoje – com quase 27 anos, graduada e pós-graduada – ainda escuto coisas desse tipo!

keep-calm-estudar-vale-a-penaImagem: http://www.eeepmariacelia.com/

Agora vem a pior parte… Já me flagrei fazendo esse tipo de discurso para alguns indivíduos em algumas situações!
Percebi, no fim das contas, que esse discurso estava impregnado no meu cérebro! Essas ideias foram sendo plantadas em mim, antes mesmo que eu pudesse me manifestar com mais que um gugu dadá!
Agora você pode estar pensando algo do tipo:
– Quem te falou isso só queria o seu bem!
– Com certeza essa é uma prova de amor incrível!
– Eu concordo, afinal, como dizem por aí: A caneta é mais leve que a pá!
PÁRA PÁRA PÁRA PÁRA
Antes de refletir sobre a CANETA e a PÁ, vou listar algumas das coisas que ninguém me falou sobre o assunto!

1 – ESTUDAR MUITO NÃO ESTÁ NEM PERTO DE SER SUFICIENTE

É exatamente isso que você leu! NEM PERTO!
Antes que alguém pense que estou fazendo apologia à preguiça, quero deixar claro que este texto não é um incentivo àqueles que pensam em parar de estudar! Pelo contrário, quero mostrar que ATÉ ESTUDANDO a vida não é um mar de rosas… Não quero desincentivar quem está no caminho certo. Tenho a grande convicção de que sem estudar poderia ser muito pior! Agora voltemos ao objetivo do texto….
Quantas e quantas vezes ouvi alguém dizer que se eu estudasse muito, com certeza, teria um futuro – brilhante, grandioso, feliz, de sucesso – pela frente!
Eu vou à escola/colégio/faculdade há mais de 20 anos. Eu ESTUDO há mais de 10 anos. E hoje sei a diferença entre fazer as atividades escolares e estudar, por isso sei que estudo há pouco tempo. Mas o texto não é sobre isso… Enfim, ninguém me falou que ser estudante não é profissão! Que não traz sustento – e quando eu falo de sustento me refiro a dinheiro mesmo – nem estabilidade. Ninguém me disse que, por melhor estudante que eu fosse, isso não faria de mim nem meia profissional!
Talvez tenha sido só comigo, mas o fato de crescer ouvindo que se estudasse estava com o futuro garantido, me fez acreditar que estudando… O emprego dos sonhos viria… A estabilidade emocional e financeira seriam consequência deste emprego! Meu saldo no banco no dia 27, aos 27 anos, seria maior que $0,27 dinheiros! hahahaha
Foi muita inocência da minha parte acreditar em tudo isso! Criei expectativas demais, e isso causou frustrações…
Estudar é – pode até ser – importante! Mas não é suficiente! Se especializar demais antes de saber o que você realmente quer pode ser um grande erro!
Hoje acredito que o sucesso depende de dois fatores, CONHECIMENTO e EXPERIÊNCIA! Fiquem à vontade para me convencer do contrário, mas estudar se refere ao primeiro fator – só ao primeiro!!!! – e eu sou tão tapada que descobri isso aos 27 hahaha!
(Entorte um pouco a boca e faça uma voz muito fina, cheia de agudos e enjoadinha pra ler a frase a seguir)
– Ai Hellen, mas eu fiz estágios na faculdade, isso me trouxe muita experiência!
(Agora me imagine te olhando com a maior cara de paisagem…)
– Teu c$%& burro!
Sabe quem tinha experiência?! Minha avó que nunca estudou e que aos 19 anos tinha trabalhado mais que eu vou trabalhar durante a vida inteira!
Sabe quem mais? Meu tio que está perto dos 50… Deve trabalhar há uns 35 anos e ter 25 anos de experiência! Sabe o que ele fez nos outros 10 anos? Aprendeu a trabalhar… Teve que deixar a caneta de lado e usar a pá – não literalmente.

Estudar muito não te faz profissionalImagem: http://www.esportenoseua.com/

E isso me leva à segunda coisa que ninguém me disse sobre a importância de estudar:

2 – TER UM DIPLOMA NÃO FAZ DE VOCÊ UM PROFISSIONAL

Acabou de sair da faculdade? Não conheci um único recém formado que não achasse que podia  – mudar o mundo – fazer melhor que os profissionais atuantes. Sinto muito em ter que ser eu a te contar isso, mas salvo algumas raras exceções, você vai penar muito ainda para se tornar um profissional de verdade!
Talvez com – muita sorte – muito trabalho e poucas horas de sono, depois de muito tempo, você seja um profissional bem sucedido e reconhecido…
PS: E nesse dia vão te chamar de sortudo hahahahaha ignorando todo seu esforço para alcançar o que conseguiu e transferindo todo o mérito da sua conta para o trevo de quatro folhas ou o pé de coelho! Se for alguém um pouco mais sensato, vai dizer que você é iluminado por Deus, e que JC (Jesus Cristo pra quem não sabe) te deu de presente sem que você precisasse fazer nada além de orações! Não me julguem, mas o mérito profissional não virá como um milagre (orações podem te dar força quando desanimar, mas não vão te dar o salário dos sonhos)…

Ficar rico pra não estudarImagem: http://geradormemes.com/

E isso me leva à outra coisa que ninguém me disse:

3 – NÃO É PORQUE ESTUDOU MUITO QUE VOCÊ TERÁ AOS 25, TUDO QUE IMAGINOU AOS 17

Eu tinha certeza de que, aos 25, teria minha casa própria, carro, emprego (talvez meu próprio negócio, multimilionário, super bem sucedido e famoso no mundo, prestes a me tornar a dona da principal concorrente da Coca-Cola?!)… Sabe o que aconteceu?! Já passei dos 25, me formei há 5 anos e estou tentando ser uma profissional decente! Comecei a entender que não vou conseguir – mudar o mundo – fazer melhor que os profissionais atuantes, pois, se eu discordar do meu chefe, tentar mostrar pra ele uma forma melhor de fazer (por mais educada e diplomática que eu seja ao fazer a colocação) eu vou ser demitida! Eu já não tenho tudo que imaginei aos 17, se eu continuar me comportar assim, não vou realizar, sequer, os sonhos adaptados dos 25!
A maior parte das pessoas que me falaram pra estudar muito viveram uma geração e época diferentes da minha, porém, a receita do sucesso mudou muito ao longo dos anos. Fazer exatamente o que eles “viram ou fizeram’ funcionar não indica um resultado semelhante, não se trata de uma ciência exata.
Antes de escrever esse post conversei com algumas pessoas que considero bem sucedidas e perguntei sobre como foi conseguir seu primeiro emprego. Nessa conversa descobri outra coisa que ninguém havia me contado sobre a importância de estudar.

como_ficar_ricoImagem: http://ocriadordarealidade.com.br/

4 – O MUNDO PROFISSIONAL QUE VOCÊ VAI ENCONTRAR É COMPLETAMENTE DIFERENTE DO QUE FOI HÁ UMA GERAÇÃO

As pessoas de que falei, tem hoje em torno de 50 anos. Não estou generalizando mas vou descrever aqui, em partes, a história que ouvi. Há pouco mais de trinta anos essas pessoas estavam concluindo o ensino médio, o que era uma raridade para a época. Em um dos casos relatados as pessoas com essa formação já podiam ESCOLHER um entre vários empregos disponíveis, na época. Os poucos que seguiam adiante com os estudos, e faziam uma graduação, eram encontrados pelo emprego! Novamente não estou generalizando, mas foi exatamente isso que ouvi. E em casos especiais em que o sujeito fez mestrado e doutorado, ele decidia o que fazer. Qual empresa trabalhar ou que tipo de carreira seguir. No mundo de hoje, com o fácil acesso às universidades, o ensino médio se equivale a saber ler e escrever, se comparado à geração a que me referi aqui. Muitos dos graduados, atualmente, não encontram colocação em sua área de formação. O fato de ter mestrado ou doutorado, não significa que o problema será resolvido.
Imagine a situação, um doutor vai até uma empresa e é entrevistado por um diretor, mais velho, experiente, que fez “apenas” graduação. A primeira coisa a se pensar é, na posição do entrevistador, meu cargo está ameaçado por um sujeito mais jovem e com formação superior? Outra coisa a se pensar é, quanto esse profissional, com tanto conhecimento, vai custar para a empresa se comparado a outro com formação inferior?

Chega de estudarImagem: http://hidekidrawmylife.blogspot.com.br/

Você deve estar pensando agora que eu sou a “profissional” mais frustrada que já existiu… hahahaha
É neste momento que lhe apresento a ultima coisa que descobri sobre a importância de estudar muito:

5 – VIVA BEM COM O QUE SE TEM

Não é porque sou graduada ou mestre que não vou aceitar um emprego que exige “formação inferior” à minha… O mundo não está parado, ele gira literalmente. Talvez seja exatamente nesta colocação “indesejada” que meu próximo empregador vai me encontrar! Talvez seja este emprego que vai trazer a experiência necessária para alcançar o trabalho dos sonhos, mesmo que aparente não ter muito a ver, toda experiência é válida! Cada experiência nova me possibilita desenvolver novas habilidades! Hoje eu não tenho a renda que sonhei aos 17, mas consigo me sustentar! Veja que maravilha!!! Esse tempo no emprego “que apareceu” não é perdido, continuo fazendo planos e estudando, me preparando para ser uma profissional melhor. O reconhecimento às vezes demora, às vezes, parece vir no casco de uma tartaruga manca… Mas ainda acredito que virá! Se reconcilie com o seu emprego e salário, um funcionário/profissional amargurado não vai avançar nem um milímetro! Acredite…

A caneta é mais leve que a pá Imagem: http://geradormemes.com/

Por isso, retomando a frase: A caneta é mais leve que a pá!
Isso é literalmente verdade. Mas não significa que vamos poder passar o resto da vida com a caneta na mão! É necessária muita pá, muita caneta e pouco travesseiro pra chegar lá! Não literalmente.
Agora vai uma coisa que me falaram, e que é a mais pura verdade!

CONHECIMENTO É O ÚNICO BEM QUE NINGUÉM PODE LHE TIRAR

A ignorância me fazia muito feliz, no sentido de que, antes de saber essas coisas que listei aqui eu era feliz sonhando com o meu sucesso arrebatador e imediato! Saber que estudar era só a pontinha do iceberg foi frustrante, mas me reconciliar com o conhecimento adquirido e com a vida que encontrei foi um alívio!

Espero que tenham gostado do texto… Se você descobriu alguma outra coisa, sobre a importância de estudar, que ninguém nunca te falou, deixe aqui nos comentários! Compartilhe comigo sua descoberta!

Bjbjbj e até a próxima!

Deixe uma resposta